Cadastre-se

30/09
Cultivada em casa: espécie de uva Vitis labrusca é ideal para áreas com pouco espaço

Na contramão da maioria das videiras, a espécie Vitis labrusca é ideal para quem sempre teve vontade de ter o prazer de colher uvas fresquinhas sem sair de casa, mas que, por falta de espaço, acabou deixando o desejo de lado. Ideal para áreas externas pequenas, a trepadeira pode ser facilmente cultivada com algumas dicas infalíveis, capazes de garantir o gostinho irresistível da fruta para mais perto e dar um toque especial à decoração do ambiente.

Cultivo
Ao contrário do que muita gente pode imaginar, as exigências para se cultivar a Vitis labrusca são poucas. Plantadas em grandes vasos ou mesmo no solo (com o auxílio de um suporte de madeira ou bambu para a sustentação dos ramos que crescerão) as mudas – compradas de produtores registrados no Ministério da Agricultura – pede irrigações periódicas. Apesar de seu desenvolvimento acontecer naturalmente em regiões de clima seco no verão e úmido no inverno, a planta se adapta bem a diferentes condições climáticas, mas rende frutos ainda mais deliciosos quando cultivados em locais bastante ensolarados.

A área mínima necessária para a plantação da espécie é de 10 m². Suas videiras levam, geralmente, de dois a três anos para atingir o desenvolvimento pleno e produzir uvas, como Bordô, Concord, Concord Clone 30, Niágara Rosada e Niágara Branca.

Podas
Para assegurar que essa trepadeira frutífera cresça forte, são necessários dois tipos de poda: a de formação, que deve ser executada desde o plantio para que a videira adquira o tamanho ideal e o formato desejado, e a poda de produção, realizada anualmente durante o inverno. Além disso, vale a pena investir numa boa nutrição do solo com Dona Flor Pomar a cada três meses para garantir sua alta produtividade.

Posts Relacionados