Cadastre-se

Enciclopédia

Busque uma planta
Azaleia < voltar
FOTO_AZALEIA

Nome científico: Rhododendron simsii.

Família: Ericáceas.

Origem: China e Japão.

Características: popular, hoje pode ser encontrada formando cercas-vivas, compondo maciços em jardins, alegrando corredores e entradas e até mesmo plantada em vasos. Um dos segredos do seu sucesso é que a floração ocorre justamente nos meses de inverno, trazendo um pouco de colorido num período em que a maioria das plantas encontra-se em repouso. Outro segredo é que a azaleia é uma planta relativamente rústica e resistente. Por isso, suporta com bravura condições bem adversas e é muito usada em jardins e praças públicas, dando um toque de “vida” até mesmo nos canteiros de grandes avenidas. É a variedade mais popular no Brasil, que originalmente produz flores roxas, rosas e brancas, mas graças à intervenção humana, pode ser encontrada em inúmeros matizes chegando até ao vermelho brilhante.

Época de floração: entre o inverno e o início da primavera.

Reprodução: podemos multiplicá-las por meio de estacas de galho retiradas de seus ponteiros, plantadas sob a proteção de estruturas, com temperaturas e umidade adequadas.

Solo: por ser um arbusto rústico, a azaleia adapta-se bem a qualquer tipo de solo. Porém, para que produza uma florada exuberante, o ideal é cultivá-la usando a seguinte mistura de solo: duas partes de terra comum de jardim, uma parte de areia e uma parte de composto orgânico.

Cultivo: as azaleias não florescem dentro de casa e precisam de luz solar plena para crescerem bem. Para mantê-las em áreas internas, deixe as plantas fora de casa até que as flores se abram, aí então as leve para dentro. No entanto, é preciso que fiquem em um local bem claro, próximo à janela. O cultivo pode ser feito à meia-sombra, desde que a planta receba luz solar direta por pelo menos quatro horas diárias.

Adubação: para estimular a floração, aplique Dona Flor Flores a cada 15 dias durante o outono e inverno, ou se preferir, Dona Flor Flores e Plantas a cada três meses.

Podas: depois da floração, a poda é uma boa medida para estimular o surgimento de novos brotos e garantir uma próxima florada exuberante. Assim que terminar a floração das azaleias, retire os galhos em excesso e corte as pontas dos outros galhos, até chegar ao formato e tamanho que você deseja. Para aumentar a próxima floração, elimine as pontas de todos os galhos que floresceram no ano.

Cuidados: mantenha a azaleia em lugar fresco e claro. Evite o excesso de água nas regas: o ideal é fornecer água à planta apenas quando o solo apresentar-se seco.

Dicas: elimine as flores murchas e as folhas amarelas para evitar doenças e forçar a abertura dos demais botões florais.

 

Crédito: Shutterstock