Cadastre-se

Enciclopédia

Busque uma planta
IPÊ AMARELO < voltar
FOTO_IPEAMARELO

Nome científico: Tabebuia chrysotricha.

Família: Bignoniaceae.

Origem: Brasil.

Características: originária do País tropical é a espécie de ipê mais utilizada em paisagismo e pode chegar até oito metros de altura. Durante o inverno, suas folhas caem e a árvore fica despida. No início da primavera, entretanto, ela cobre-se inteiramente com sua floração amarela, dando origem ao famoso espetáculo do ipê-amarelo florido. Quanto mais frio e seco for o inverno, maior será a intensidade da sua florada.

Época de floração: entre o final do inverno e o início da primavera.

Reprodução: o processo de reprodução inicia-se quando a árvore atinge três anos de idade. Como é uma espécie hermafrodita, o ipê-amarelo necessita de um agente polinizador para se reproduzir.  

Solo: úmidos, profundos, com boa drenagem e textura argilosa.

Cultivo: o ipê-amarelo não deve ser plantado sob o sol diretamente, nem em áreas com geadas, apesar de tolerar temperaturas baixas. Para o seu desenvolvimento, recomenda-se associar o seu cultivo com outras plantas, como jequitibá e cedro.  As medidas das covas na hora do plantio dependem do tamanho da muda. O mínimo indicado é 20 x 20 x 20 centímetros, porém as covas podem ser abertas com 40 x 40 x 40, no caso de plantas mais altas.

Adubação: para obter melhores floradas aplique Dona Flor Flores e Plantas a cada três meses.

Podas: é necessário fazer podas no inverno. Faça limpeza para evitar nós entre os galhos e o surgimento de brotos no tronco, cujo desenvolvimento concorre com o crescimento da planta. A realização de podas de condução é indicada para manter a árvore com porte menor.

Cuidados: sempre forneça água e sol em temperaturas brandas para a planta, além de sempre nutrir a sua terra. Esses esforços são fundamentais para a vida útil da espécie.

Dicas: viveiros e lojas de jardinagem vendem mudas de ipê-amarelo. Essa é a melhor opção para quem quer cultivar poucas unidades e para os menos experientes em plantio de árvores.

 

Crédito: Shutterstock