Cadastre-se

Enciclopédia

Busque uma planta
SALSINHA < voltar
FOTO_SALSINHA

Nome científico: Petroselinum sativum L.

Família:
Umbelliferae.

Origem: Sul da Europa e Oriente Médio.

Características: usada como condimento e elemento decorativo de vários pratos, a salsinha é uma planta herbácea de caule oco, cilíndrico, pouco ramificado, de coloração verde-clara e rica em canais oleíferos que lhe dão aroma e sabor peculiar.      As variedades são agrupadas pelo tipo de folha em: lisas (mais cultivadas no Brasil), crespas e muito crespas. Há, ainda, variedades cultivadas na Europa, cujo produto comestível são as raízes, que atingem cerca de 15 cm de comprimento e de quatro a cinco centímetros de diâmetro.

Reprodução: feita por sementes, num local ensolarado e em solo drenado que não seja muito compactado.

Solo: prefere solos com textura média, ricos em matéria orgânica, bem drenados e com pH entre 5,5 e 6,8. Contudo, a salsa é uma planta rústica, que tolera bem várias condições de solo, crescendo mesmo em solos pouco férteis.

Cultivo: pode ser feito em vasos fundos, canteiros ou jardineiras. Para o seu pleno desenvolvimento, é fundamental que tenha boas condições de luminosidade (recomenda-se, no mínimo, quatro horas diárias de exposição ao sol) e proteção contra os ventos que ressecam suas folhas. Em regiões onde o inverno não é rigoroso, a melhor época para o plantio é de março a setembro. Em regiões serranas, de clima ameno, pode ser cultivada o ano todo. Porém, em locais onde o inverno é rigoroso, deve-se evitar a semeadura nos meses frios.

Adubação: para que ela tenha maior enraizamento e produtividade, além de folhas mais verdes e vistosas, aplique Dona Flor Ervas e Temperos a cada quinze dias.

Podas: a salsinha deve ser podada durante o seu período de crescimento para que tenha uma colheita contínua. Caso contrário, ela se tornará fina, alongada e muito menos produtiva. Por isso, comece a aparar a planta cerca de três meses depois do semeio.  

Cuidados: vale a pena fazer regas três vezes por semana e manter o solo bem nutrido para que a espécie se desenvolva a curto, médio e longo prazo.

Dicas: a salsa pode ser suscetível a pragas, por isso, coloque cebolinha ao lado dela para ajudar na prevenção do problema.

 

Crédito: Shutterstock