Cadastre-se

23/09
Saiba como plantar orquídea baunilha e contar com a essência sem sair de casa

Poucas pessoas sabem, mas a baunilha, cuja essência é frequentemente usada na composição de diversas sobremesas, é gerada por uma famosa orquídea: a Vanilla planifólia. Originária da América Central, a espécie trepadeira pode atingir mais de trinta metros de altura, desabrochar até mil flores (que permanecem abertas por apenas 24 horas) e ser facilmente cultivada no jardim de casa com algumas dicas fundamentais. Confira:

Plantio, nutrição e regas
As mudas de Vanilla planifólia precisam ser plantadas próximas a estacas de madeira ou troncos de árvore para que possam crescer com bastante espaço, em solos ricos em matéria orgânica. Para isso, a dica é utilizar Dona Flor Orquídeas que melhora a estrutura e qualidade do solo, tornando o ambiente favorável ao pleno desenvolvimento da planta.

Já as regas, devem ser realizadas uma ou duas vezes por dia. Também vale a pena umedecer um pouco o substrato que rodeia o pé da orquídea baunilha para que ela fique bem hidratada, porém, depois que a planta crescer e encerrar sua fase de floração, deve-se reduzir a quantidade de água até que ela retome seu crescimento.

Exposição solar e frutos
Apesar de florescer melhor em áreas de muita luminosidade, essa espécie de orquídea tende a sofrer nas horas mais quentes do dia, o que exige atenção especial do jardineiro. Por isso, o ideal é que a planta seja cultivada em locais onde receba apenas o sol da manhã, ficando num ambiente arejado à tarde porém protegido do sol direto.

As favas de baunilha costumam aparecer apenas no terceiro ano de cultivo da planta e devem ser colhidas quando sua cor verde-clara passa para o verde-escuro. Depois que estiverem maduras, elas devem ser colhidas e desidratadas – o processo envolve imersão em água e exposição ao sol durante sete dias.

Posts Relacionados