Cadastre-se

20/09
Samambaias podem ser cultivadas em casa com bastante rega e nutrição

As samambaias que marcaram presença na jardinagem dos anos 80 estão voltando com tudo. Perfeitas para decorarem terraços, varandas e até mesmo salas de estar, a planta que tem caule subterrâneo em forma de raiz e folhagens longas e volumosas deixam qualquer cantinho vivo e verdejante.

Na natureza, há espécies de samambaias que não suportam exposição direta ao sol e também outras que se adequam bem a espaços onde há meia sombra. Por isso, dependendo das características do tipo escolhido, evitar a incidência do sol ou as altas correntes de vento será fundamental para o sucesso de seu cultivo.

Suporte adequado
O famoso xaxim, usado como suporte pela maioria das pessoas que cultivam samambaias, também pode ser substituído por vasos de fibras de coco, fáceis de serem encontrados em lojas de jardinagem.

Nutrição e regas
As espécies mais conhecidas de samambaia são a paulistinha, a de metro, a renda-portuguesa, a prata e a americana. Para vê-las crescerem fortes e saudáveis, a dica é usar Dona Flor Samambaias, que deve ser aplicado a cada 15 dias.

Outro cuidado importante para mantê-las bonitas e saudáveis são as regas, que devem ser abundantes no verão e moderadas no inverno. Além disso, borrifadas de água em suas folhas também são bem-vindas, já que a planta necessita de bastante umidade.

Podas e pragas
Durante o ano, as samambaias pedem podas de limpeza que devem retirar todas as folhas amarelas ou secas da planta. Além disso, recomendam-se podas mais radicais de inverno, realizadas para aparar todas as folhas. Isso fará com que, na primavera, elas nasçam mais fortes e volumosas.

Ao menor sinal de pragas, a retirada manual de lagartas e pulgões é um meio eficaz, mas que, muitas vezes, pode pedir o auxílio de inseticidas específicos, facilmente encontrados em lojas de jardinagem.

Posts Relacionados